Wellbeing: o que é e porque é tão importante para a sua empresa

O mundo corporativo tem entendido e cuidado cada vez mais do colaborador em diversas esferas. De modo geral, resultam em jornadas mais saudáveis e humanizadas, por isso, o conceito de wellbeing se encaixa muito bem nessa virada de chave que acontece aos poucos no mundo dos negócios. Saiba mais a seguir!

O que é wellbeing

Em tradução livre, o termo wellbeing significa bem-estar. Agora, trazendo o conceito para o universo corporativo, ele se refere à qualidade de vida dos colaboradores. Afinal, a tendência é uma abordagem cada vez mais humanizada ao lidar com os funcionários.

Além disso, o wellbeing impacta diretamente na produtividade, motivação e o engajamento do trabalhador. Por isso, é um tema cada vez mais buscado e aplicado nas instituições.

Aliás, não podemos deixar de mencionar que, ao usarmos o termo wellbeing, não estamos falando apenas de bem-estar ou saúde num aspecto físico, mas também mental, financeiro e social. Sendo assim, nos referimos à qualidade de vida de uma forma geral e ampla.  

Por que é importante para a sua empresa? 

Como citamos, o wellbeing é um conceito cada vez mais comum nas empresas justamente por ser muito benéfico. O colaborador valoriza mais as empresas que cuidam de seus funcionários, que entendem as questões humanas, além de dar suporte na vida profissional e pessoal. 

Caminhar em sinergia com esse tipo de estratégia vai ao encontro do wellbeing (bem-estar) dos profissionais, um fato muito positivo para a marca empregadora. Afinal, ajuda a reter e atrair talentos, além de conquistar mais valor agregado (Employee Value Proposition) para o nome da empresa.

Os resultados da aplicação desse conceito nas empresas é o julgamento imensurável a esse tipo de suporte no dia a dia, fazendo com que os trabalhadores recusem outras propostas do mercado, inclusive aquelas com salários mais altos para um mesmo cargo.

Como aplicar o wellbeing na empresa? 

A princípio, não existe uma regra para o wellbeing nas empresas. O ideal é o departamento de RH fazer uma avaliação e, se possível, uma pesquisa com os próprios colaboradores para definir as prioridades e até mesmo o que será ou não possível implementar, bem como a ordem de importância, considerando o investimento.

Porém, não podemos negar que aplicar estratégicas focadas em wellbeing pode até gerar alguns custos para empresa, mas seus resultados são recompensantes e virão a médio e longo prazo. 

Algumas ideias de ações que podem ser tomadas visando o wellbeing na empresa:

  • incentivo à terapia;
  • iniciativas que reforcem e estimulem um estilo de vida saudável, como desconto em academia;
  • jornada de trabalho reduzida;
  • flexibilidade ao modelo de trabalho (home office ou sistema híbrido);
  • oferta de tecnologias que facilitem ou tragam mais qualidade de vida para o profissional na rotina do trabalho.

Dicas para aplicar o wellbeing na empresa

Veja as principais dicas para aplicar o conceito do wellbeing na empresa. Abaixo:

1. Lidar com o estresse no trabalho 

É cada vez mais comum ouvir falar em transtorno de ansiedade e depressão, bem como Burnout nos ambientes organizacionais. Atualmente, as pessoas estão em busca de equilíbrio entre a produtividade saudável e a famosa cultura de vício no trabalho, os chamados “workaholics”, ou produtividade tóxica.

Infelizmente, o estresse e a pressão são fatores que afetam a saúde do colaborador, que pode ter sérios problemas de saúde por conta de um Burnout.

Nessa situação, muitas vezes é necessário um afastamento, que consequentemente pode gerar diversos problemas e impactar de forma significativa a produtividade e raciocínio da pessoa em questão.

Além de nos mantermos atentos para os sinais desses tipos de doenças, é primordial que todos prezem por um ambiente de trabalho saudável e agradável, além das iniciativas que a empresa pode ter para garantir que está tudo em dia. 

2. Cuidar do clima organizacional 

Algumas atitudes precisam ser proibidas na empresa, reforçadas e creditadas quando podem ajudar a combater o conflito e outros problemas no trabalho que atrapalham o clima organizacional e, consequentemente, o wellbeing dos colaboradores.

3. Oferecer benefícios flexíveis 

Quando falamos em wellbeing e até mesmo quais iniciativas são interessantes no ambiente corporativo, não podemos deixar de citar os benefícios flexíveis.

Allya, por exemplo, é uma plataforma de benefícios que promove economia aos funcionários através de milhares de descontos, proporcionando a Educação Financeira e o bem-estar financeiro dos colaboradores! Sua empresa possui esse tipo de benefício? Pode ser a solução que está buscando!

4. Criar políticas de combate às doenças ocupacionais

Além de todos os benefícios já mencionados, nós precisamos falar da redução das doenças ocupacionais: aquelas ocasionadas pelo ambiente de trabalho.

O wellbeing é tão necessário que ele visa cuidar não só das doenças que impactam a saúde mental, mas a saúde de forma geral das pessoas envolvidas.

Poder colaborar com a redução de doenças ocupacionais é um passo importante, que pode até mesmo contribuir para a criação de uma nova cultura corporativa.

5. Aumentar a produtividade

O wellbeing engloba não só a saúde mental, mas também a saúde física e financeira do colaborador. Mas como isso impacta no dia a dia? Qual o retorno para a empresa com todas essas ações e estratégia?

Sem dúvidas, ao investir nesse tipo de ação, o colaborador irá enxergar a empresa de outra forma e valorizará mais o local de trabalho. 

Além disso, ao se sentir mais apoiado pela empresa e ao entender que é tratado de forma humanizada, o funcionário não se sentirá apenas um número, pelo contrário, ele enxergará a valorização por parte da organização em relação ao trabalhador.

Por fim, com o wellbeing, as empresas terão aumento na produtividade dos colaboradores, assim como a diminuição do turnover e atração dos novos talentos.

Gostou do conteúdo? Já conhecia o termo wellbeing? Se a sua empresa ainda não utiliza esse tipo de estratégia, então aproveite para indicar a Allya na sua empresa! Assine também a nossa newsletter para ler outros conteúdos sobre bem-estar no trabalho.

Posts Recentes

Categorias

Amanda Miquelino

Amanda Miquelino

Jornalista, apaixonada pelo SEO e pelo Marketing Digital. Estou desvendando o mundo do RH para encontrar os melhores benefícios corporativos que promovam o bem-estar aos colaboradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

document.getElementsByName('comment')[0].placeholder='Seu comentário aqui...'; document.getElementsByName('author')[0].placeholder='Nome (obrigatório)';