Work-life balance: como o RH pode contribuir nesse processo?

Entre muitas tarefas do setor de Recursos Humanos, oferecer qualidade de vida e promover bem-estar aos colaboradores são algumas das principais responsabilidades dessa área. Nesse sentido, o work-life balance é um conceito que pode ajudar esses profissionais nessa missão.

Por isso, nós da Allya vamos explicar o que é essa ideia, como colocá-la em prática, seus benefícios e muito mais. Confira a seguir! 

O que é work-life balance?

Ainda pouco conhecido, o conceito do work-life balance surgiu nos anos 70, mas vem ganhando destaque aos poucos, principalmente na era digital.

Afinal, o trabalho e a vida pessoal parecem não ter mais divisões, já que estamos conectados à internet por meio de computadores e celulares a todo momento. 

Atualmente, muitos profissionais trabalham de forma remota e continuam conectados mesmo após terminarem suas tarefas, com o uso das redes sociais.

Inclusive, a atuação do trabalho no home office ou no sistema híbrido também acabam prejudicando a divisão do espaço doméstico e do ambiente de trabalho. 

Qual é a importância do work-life balance?

O work-life balance precisa ser valorizado nas empresas para melhorar a qualidade de vida e bem-estar dos colaboradores.

Esse conceito reforça que todos os indivíduos têm outras responsabilidades, além das realizações no trabalho, como:

  • serem pais/mães;
  • maridos/esposas;
  • filhos(as);
  • namorados(as);
  • precisam ir ao mercado;
  • buscar os filhos na escola;
  • arrumar a casa;
  • tempo de lazer com família e/ou amigos;
  • entre outras.  

Sendo assim, o work-life balance lembra a importância de equilibrar as diversas responsabilidades e necessidades que todas as pessoas têm, principalmente na divisão da vida profissional e pessoal

Apesar de não existir uma fórmula exata para equilibrar essas duas esferas da vida, o ideal é buscar sempre a distribuição mais cautelosa para ter satisfação no trabalho e ainda aproveitar a vida.

Quais as consequências da falta de equilíbrio entre a vida pessoal e profissional?

Sem dúvidas, um ambiente de trabalho que não preza pela harmonia entre a vida pessoal e profissional pode trazer diversas consequências negativas para a saúde dos colaboradores e para a empresa. Veja, a seguir, quais são elas.

Para os colaboradores

Organizações que não realizam ações para equilibrar a vida pessoal e profissional causam os seguintes problemas na vida dos trabalhadores:

  • colaboração excessiva;
  • falta gestão de tempo;
  • sobrecarga de trabalho;
  • doenças ocupacionais, como burnout, depressão, estresse, insônia, ansiedade e outras;
  • consequência para a saúde física, como hipertensão, problemas cardíacos, estomacais e dores crônicas.

Para as empresas

A falta do work-life balance também pode impactar negativamente as instituições. Veja como:

  • alta taxa de turnover;
  • ausência dos colaboradores nos dias de trabalho (absenteísmo);
  • afastamento dos profissionais por motivos de saúde;
  • ambiente de trabalho ruim devido às mudanças abruptas de humor, irritabilidade e um declínio na performance dos colaboradores.

Quais os benefícios em aderir ao work-life balance?

Acima, é possível observar os impactos negativos nas empresas e funcionários devido à falta de equilíbrio entre vida pessoal e profissional. No entanto, saiba quais são as vantagens ao aderir a esse conceito!

  • Evita o aparecimento de doenças relacionadas com o trabalho

Um dos principais benefícios em aderir o work-life balance é evitar o aparecimento de doenças ocupacionais, que são um dos maiores problemas nas empresas atualmente. 

Segundo uma pesquisa da Pebmed, 1 em cada 3 trabalhadores sofre da Síndrome de Burnout no Brasil. 

  • Aumenta índices como produtividade, satisfação e felicidade

De fato, empresas que colocam em prática a ideia do work-life balance podem ter um aumento significativo nos índices de produtividade, satisfação e felicidade no trabalho.

Afinal, quando o colaborador está feliz na vida pessoal, estará bem no trabalho, assim como quando ele está bem no trabalho, as chances de ser feliz na vida pessoal são maiores. 

  • Melhora o employer branding

Quando os funcionários de uma empresa percebem que podem ter equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, eles tendem a falar bem da instituição e indicar para outros profissionais.

Esse reconhecimento e divulgação são pontos-chave para a melhoria do employer branding. Consequentemente, isso também ajuda na retenção e atração dos melhores talentos.

Como o RH pode garantir o work-life balance na prática? 

Como o setor de RH pode auxiliar os colaboradores a atingirem o work-life balance? Essa área é responsável por cuidar do capital humano da empresa, então pode seguir algumas dicas para aplicar esse conceito, na prática. São elas:

1. Oferecer benefícios de bem-estar

Os benefícios que promovem o bem-estar são ótimos recursos para aplicar o work-life balance na empresa. A Allya, por exemplo, oferece uma plataforma com milhares de descontos que podem cuidar do bem-estar físico (academia), bem-estar mental (terapia online), bem-estar financeiro (economia nos gastos diários) e bem-estar social (desconto no cinema).

2. Flexibilizar as horas e modelos de trabalho

Flexibilizar as horas e modelos de trabalho ajudam o funcionário a ter mais qualidade de vida porque reduz o estresse no trânsito, por exemplo, além de permitir que algumas obrigações da casa possam ser feitas logo após o término do trabalho.  

3. Intervalos entre as tarefas

O RH pode criar políticas empresariais, como a implementação dos intervalos entre as tarefas, colaborando com o bem-estar, além de melhorar a experiência dos colaboradores. Esses espaços ajudam a desconectar por alguns minutos do trabalho e relaxar para voltar com foco maior. 

4. Oferecer o day off

Empresas que oferecem day off possibilitam ao funcionário realizar algum compromisso importante durante o dia e horário comercial, por exemplo, a comemoração do seu próprio aniversário. Uma ótima forma de valorizar a qualidade de vida dos profissionais.

5. Disponibilizar apoio psicológico

A saúde mental abalada faz com que os trabalhadores não tenham a estrutura suficiente para seguir a vida pessoal e profissional. Por isso, o RH pode ajudar os colaboradores a tomar o equilíbrio da saúde mental com a oferta de apoio psicológico.

6. Autonomia nos processos

Oferecer ferramentas de trabalho que favoreçam a realização das tarefas, principalmente na autonomia dos processos, é fundamental para os funcionários serem mais produtivos e melhorarem a própria gestão do tempo
Promova o work-life balance na sua empresa para melhorar o bem-estar dos seus funcionários e, consequentemente, impactar positivamente os seus negócios! Para conferir os melhores conteúdos desse tema, assine a nossa newsletter. Ah! Aproveite para indicar a Allya e ajudar o RH nessa missão!

Posts Recentes

Categorias

Amanda Miquelino

Amanda Miquelino

Jornalista, apaixonada pelo SEO e pelo Marketing Digital. Estou desvendando o mundo do RH para encontrar os melhores benefícios corporativos que promovam o bem-estar aos colaboradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

document.getElementsByName('comment')[0].placeholder='Seu comentário aqui...'; document.getElementsByName('author')[0].placeholder='Nome (obrigatório)';