8 dicas financeiras para o RH ensinar aos jovens profissionais

Infelizmente, a maioria da população sabe muito pouco sobre educação financeira. Como esse assunto e dicas financeiras não são abordados nas escolas e universidades, os jovens iniciantes na vida profissional podem ter problemas com dinheiro.  Isso porque é nessa fase que iniciam suas carreiras e passam a receber salário e benefícios das empresas. 

Pensando nisso, nós da Allya separamos as melhores dicas que o setor de Recursos Humanos pode passar para os colaboradores recém-chegados no mercado de trabalho. Confira!

Dicas financeiras nas empresas

Todo mundo precisa de dicas financeiras. Por isso, além de compartilhar com os jovens profissionais, o RH também pode passar esse conhecimento para outros colaboradores de diferentes idades. 

Mas, neste artigo, queremos ressaltar a importância de ensinar como ter uma boa relação com o dinheiro logo na entrada da vida profissional para evitar maiores problemas no futuro, como o endividamento

Além disso, sabemos que muitos jovens estão concluindo a faculdade, entrando no primeiro emprego e começando a ter uma vida financeira independente. 

Portanto, o RH pode dar uma forcinha para esses funcionários iniciantes, né? Vamos lá!

Melhores dicas financeiras para jovens profissionais

Use os canais de comunicação da empresa para passar os nossos ensinamentos financeiros! 

Logo abaixo, veja as dicas financeiras que todo novo integrante do mercado de trabalho precisa aprender.

1. Responder uma pesquisa de bem-estar financeiro

A primeira ajuda do RH é a aplicação de uma pesquisa de bem-estar financeiro para os jovens colaboradores avaliarem e descobrirem qual a atual situação financeira.

Existem alguns resultados possíveis para essa avaliação:

  • as finanças podem estar controladas;
  • a vida financeira está mediana;
  • existe um descontrole total dos gastos. 

A partir desse resultado, dependendo do cenário, o colaborador precisará se organizar e entender o que precisa fazer para conquistar o bem-estar financeiro. 

2. Ter controle das finanças

Os novos trabalhadores precisam ter uma planilha, um aplicativo ou um caderno de anotações sobre os recebimentos e gastos

A forma mais prática é a utilização de aplicativos no smartphone com sincronização em tempo real de cartões, por exemplo. 

Dessa forma, todo gasto que o colaborador tiver será anotado e posteriormente poderá ser acessado para o controle das finanças. 

3. Criar metas

Para ter maior controle sobre os gastos, o funcionário precisa aprender a criar metas para serem alcançadas. 

Essa é uma ótima maneira de pensar e planejar um futuro financeiro tranquilo, pois as metas ajudam a cortar os gastos desnecessários e focar em um propósito maior. 

Comprar um carro, comprar um apartamento ou iniciar uma poupança para aposentadoria são algumas das metas que podem ser traçadas pelos colaboradores iniciantes. 

4. Começar a economizar 

Economizar é mais fácil do que parece! A mudança de hábitos financeiros para economizar dinheiro pode ser feita no dia a dia. 

O RH pode ajudar o funcionário nessa missão oferecendo benefício corporativo com cupons de descontos em diversos segmentos. 

A plataforma de descontos da Allya oferece uma enorme diversidade de economia em:

  • farmácias;
  • terapia online;
  • cursos;
  • e-commerces;
  • mercados;
  • restaurantes;
  • pet shops;
  • muito mais!

Dessa forma, o colaborador compra o que for necessário para ele e ainda economiza o salário no final do mês. Legal, né? 

5. Estudar educação financeira

Os profissionais novatos podem começar a se interessar pelo mundo das finanças por meio dessas dicas de educação financeira compartilhadas pelo RH

Assim, gradualmente, os jovens vão buscar mais conhecimento sobre o assunto e podem participar de um programa de educação financeira oferecido pela sua empresa. 

Nesse programa, o RH pode convidar palestrantes para realizar workshops, palestras, cursos e consultorias para tirar as dúvidas dos profissionais. 

Essas aulas do programa podem indicar livros, filmes, podcasts e outros conteúdos para os funcionários não pararem de adquirirem novos conhecimentos sobre o tema.  

6. Renegociar as dívidas (se houver)

O endividamento no Brasil atinge mais da metade dos brasileiros, então, possivelmente, existam jovens nessa estatística.

Por isso, informe seus colaboradores sobre a importância de se livrar das dívidas e viver bem financeiramente

Avise sobre a renegociação de dívidas, sobre feirões de Limpa Nome, entre outros eventos que possam ajudar o novo trabalhador a não ter mais problemas com dívidas.

7. Investir na carreira 

Sabia que investir na carreira profissional, principalmente quem está começando, pode ajudar nas finanças do futuro? 

Afinal, ao investir em cursos e especializações, esse jovem pode ter uma carreira promissora nos próximos anos e sua vida financeira pode melhorar. 

Então, RH, ofereça a plataforma de descontos da Allya que tem diversos tipos de cursos em diferentes áreas para os seus jovens colaboradores alcançarem maiores cargos na empresa. 

Assim, o colaborador estuda, economiza com o desconto e tem chances de crescer profissionalmente para alcançar o bem-estar financeiro. 

8. Fazer investimentos

Com o dinheiro economizado dos descontos nas compras, o funcionário pode reservar uma pequena parte para começar a investir

É preciso muito estudo e cautela para quem está começando a investir, mas pode ser uma opção de melhoria de vida no futuro. Por isso, incentive o seu colaborador a economizar para sobrar dinheiro e  iniciar no mundo dos investimentos.

Educação financeira dos profissionais é importante para as empresas? 

Sem dúvida, ensinar essas dicas e oferecer benefícios corporativos que ajudem a promover a educação e o bem-estar financeiro ao colaborador podem trazer diversos benefícios para sua empresa. Saiba quais são eles: 

  • a produtividade no trabalho aumenta;
  • o clima organizacional se torna mais leve porque os trabalhadores estão satisfeitos com sua vida financeira;
  • as faltas por motivos pessoais para resolver problemas com dinheiro diminuem ou deixam de existir;
  • os colaboradores se sentem gratos com a preocupação da empresa em relação ao seu bem-estar financeiro;
  • as equipes se tornam mais engajadas entre si e as ideias em grupo funcionam melhor;
  • os novos profissionais se alinham com a cultura da empresa ao se preocuparem com a vida financeira;
  • a autoestima dos profissionais sem estresse financeiro se torna mais confiante e, consequentemente, isso reflete nas  entregas de resultados; 
  • as melhorias dos trabalhos trazem ótimos retornos financeiros para a empresa. 

Essas são algumas dicas financeiras que o setor de RH pode compartilhar com os jovens colaboradores. Conte com a Allya para incentivar a economia de salário na sua empresa! 

Posts Recentes

Categorias

Amanda Miquelino

Amanda Miquelino

Jornalista, apaixonada pelo SEO e pelo Marketing Digital. Estou desvendando o mundo do RH para encontrar os melhores benefícios corporativos que promovam o bem-estar aos colaboradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *