Como combater o mal-estar financeiro dos colaboradores?

RH, você sabia que seus funcionários podem estar com mal-estar financeiro? Além disso, você sabe quais são as causas desse mal-estar para os seus profissionais e para a sua empresa? Se você ainda não conhece os efeitos negativos desse indicador, então leia esse texto, a seguir! 

O que é mal-estar financeiro?

Para explicar sobre o mal-estar financeiro, primeiro precisamos entender a palavra “mal-estar”.

No dicionário, esse termo se refere ao estado de inquietação, de aflição mal definida, ansiedade ou insatisfação

Portanto, quando falamos mal-estar financeiro, nós estamos nos referindo a uma condição desagradável causada pelos problemas com dinheiro. 

Sendo assim, sentir esse tipo de mal-estar gerado pelas finanças pessoais pode gerar ansiedade, estresse, aflição, indisposição, incômodo, entre outras sensações.

Segundo uma pesquisa realizada pela ISMA-BR (International Stress Management Association no Brasil), o estresse financeiro é a principal causa de ansiedade e preocupação nas pessoas. 

Além disso, a pesquisa The Employer’s Guide to Financial Wellness 2019, que entrevistou mais de 10 mil trabalhadores, constatou que quem sofre com a falta de dinheiro (ou insegurança financeira) têm 8 vezes mais chances de não dormir bem.

E bem-estar financeiro?

Por outro lado, o contrário do mal-estar financeiro é o bem-estar financeiro, uma condição agradável das pessoas que possuem uma boa relação com o dinheiro.

O bem-estar financeiro é a condição de poder pagar todas as obrigações financeiras, poder aproveitar a vida, sobrar dinheiro no final do mês e poupar para o futuro.

Explicando melhor, existem esses pilares que compõem esse indicador, como poder pagar os “boletos”, a capacidade de lidar com gastos imprevistos através de uma reserva de emergência, um espaço para o usufruto do dinheiro e a criação de metas para um futuro financeiro tranquilo.

Como descobrir o seu estado financeiro?

Para saber se o seu estado financeiro é bom ou mau, você pode começar a responder às seguintes perguntas:

  • Eu consigo arcar com imprevistos financeiros?
  • Meu futuro financeiro está sendo planejado?
  • Consigo administrar bem o meu dinheiro para poder aproveitar a vida?
  • Tem sobrado dinheiro no final do mês?

Se você respondeu “sim” para essas perguntas, então está mais próximo do bem-estar financeiro.

  • Minha atual situação financeira me ajudará a alcançar as coisas que quero na vida?
  • Meu dinheiro guardado durará muito tempo?
  • Posso comprar um presente para alguém sem comprometer totalmente minhas finanças?
  • Consigo pagar minhas pendências financeiras atrasadas?

Infelizmente, se você respondeu “não” para esses questionamentos, então tudo indica que seu estado está mais próximo do mal-estar financeiro.

Estado financeiro dos funcionários

Se você é profissional de RH e está lendo esse texto sem entender a relação do mal-estar e bem-estar financeiro com os seus colaboradores e a sua empresa, então nós iremos explicar essa relação.

Se o estado financeiro dos seus funcionários for o mal-estar financeiro, a produtividade no dia a dia será afetada, a qualidade das entregas serão insatisfatórias, a falta no trabalho será mais frequente, entre outros problemas. 

Isso porque as preocupações financeiras impactam diretamente as condições físicas e mentais do trabalhador, que consequentemente impactarão negativamente o sucesso da empresa.

Por outro lado, se os colaboradores estão com as finanças em dia e sentem o bem-estar financeiro, então as preocupações excessivas relacionadas ao dinheiro sumirão, aumentando o foco, a produtividade e a qualidade do trabalho realizado pelo profissional.

O RH pode combater o mal-estar financeiro dos colaboradores?

Sim, a boa notícia é que os integrantes do setor de RH podem combater o mal-estar financeiro dos seus funcionários. Veja o que pode ser feito para ajudar os profissionais com problemas financeiros. Abaixo:

1. Pesquisa de bem-estar financeiro

O primeiro passo dessa missão para acabar com o mal-estar financeiro dos seus colaboradores é a realização de uma pesquisa de bem-estar financeiro.

Essa pesquisa precisa capturar e apurar os principais problemas financeiros dos seus funcionários.

Essas informações serão valiosas para os próximos passos que precisam ser tomados, se você deseja ajudar os trabalhadores a lidarem melhor com as finanças e combater os efeitos negativos no ambiente de trabalho.

Procure fazer as perguntas corretas para entender as origens do mal-estar financeiro dos profissionais. Aplique o mesmo formulário em todos os empregados e use um sistema online para capturar essas informações com mais facilidade. 

2. Mapeamento de perfis

Após a captura dos dados sobre as origens do mal-estar financeiro dos colaboradores, o segundo passo é a criação de um mapeamento de perfis. 

Faça esse mapeamento totalmente de maneira anônima para não causar constrangimentos. Estude os principais perfis que surgirem nos dados coletados e distribuía em grupos. 

Esses grupos podem ser formados por aqueles que já estão no caminho certo do bem-estar financeiro, aqueles que estão medianos na vida financeira e os funcionários que possuem problemas com dinheiro.

Essa distribuição de perfis é uma ótima forma de entender como é possível fazer com que todos alcancem o bem-estar financeiro, além de distribuir conteúdos e realizar ações mais adequadas para cada situação. Saiba mais a seguir!

3. Monte um programa de Educação Financeira

Agora que você possui os perfis mapeados conforme informações dadas pelos trabalhadores, então é hora de criar um programa de Educação Financeira na empresa.

É preciso montar um programa que englobe todos os empregados e falar sobre saúde financeira de maneira atraente.

Crie ações capazes de impactar efetivamente no dia a dia dos profissionais para eliminar qualquer mal-estar financeiro.

Além disso, monte um calendário anual com palestras, cursos, eventos, distribuição de conteúdos, entre outros formatos para passar informação sobre Educação Financeira na empresa. 

4. Ofereça benefícios que atendam necessidades específicas

Além de todo esse trabalho realizado através do Programa Bem-Estar Financeiro, o RH tem a tarefa de oferecer os benefícios corporativos mais eficientes para os colaboradores.

A oferta de benefícios flexíveis e inteligentes é uma ótima forma de ajudar cada funcionário a realizar suas necessidades específicas.

Cada profissional possui seu estilo de vida, suas vontades pessoais e diferentes tipos de gastos, então é justo entregar um benefício corporativo democrático, como a plataforma de descontos da Allya. 

São milhares de descontos que a Allya oferece para quem quer economizar na comida, conta de luz, estudos, lazer, na farmácia, na academia, na terapia e muito mais. 

Esperamos que o RH da sua empresa possa combater o mal-estar financeiro dos colaboradores. Conte com a Allya nessa missão e assine a nossa newsletter para não perder mais conteúdos como esse! 💖

Posts Recentes

Categorias

Amanda Miquelino

Amanda Miquelino

Jornalista, apaixonada pelo SEO e pelo Marketing Digital. Estou desvendando o mundo do RH para encontrar os melhores benefícios corporativos que promovam o bem-estar aos colaboradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

document.getElementsByName('comment')[0].placeholder='Seu comentário aqui...'; document.getElementsByName('author')[0].placeholder='Nome (obrigatório)';